certificação-pmp-ou-capm

Para um gestor de projetos, obter uma certificação PMP ou CAPM é motivo de orgulho. Significa que, por trás daquele título, houve muito esforço, trabalho, estudo e, para além disso, que o profissional segue os processos fundamentais do guia de maior reconhecimento do mundo: o PMBOK.

Esclarecendo, a certificação PMP (Project Management Professional) é voltada para gestores de projetos que atuam no setor, que têm formação, competência e experiência para conduzir projetos com base no guia do PMBOK. Ela é mais direcionada para quem já lida com as situações do dia a dia do gerente de projetos e a prova, inclusive, aborda decisões do cotidiano do profissional.

Já a certificação CAPM (Certified Associated in Project Management) indica que o profissional tem conhecimento e compreende os processos fundamentais do PMBOK. É voltada aos membros de uma equipe de gerenciamento de projetos.

As duas certificações têm reconhecimento mundial e atestam que o profissional tem expertise em gestão de projetos. Uma não é melhor do que a outra e não atesta mais conhecimento, mas são para públicos diferentes.

PMBOK

O já citado PMBOK (Project Management Body of Knowledge) é, basicamente, um guia de boas práticas em gestão de projetos. Ele é feito pelo PMI (Project Management Institute) e utilizado como base de conhecimentos para profissionais da área.

Em seu conteúdo, o PMBOK aborda o conceito do que é um projeto, as etapas de planejamento dele, gerenciamento de tempo, clientes, custos, comunicações, recursos humanos, entre outros. Em resumo, o guia é o “dicionário” para quem trabalha com projetos no mundo inteiro.

Agora que você sabe as diferenças das certificações e o que é o PMBOK, você talvez esteja se perguntando por que deveria se preocupar em ter uma certificação dessa, afinal, dá um “trabalhão” para conseguir. Vamos aos motivos:

Reconhecimento mundial

Se você chegou até aqui, provavelmente já entendeu que tanto a certificação PMP quanto a CAPM têm reconhecimento mundial. E não é exagero. Basicamente, qualquer um dos dois certificados vai atestar que você segue o guia mais respeitado do mundo.

Isso quer dizer que, em uma seletiva de emprego, por exemplo, essa certificação pode ser um pré-requisito ou um filtro que vai te lançar à frente de outros candidatos não certificados. Demonstra a seriedade do seu trabalho, que você sabe o que está fazendo.

Melhora seu desempenho

Para além de simplesmente ser um papel que diz que você sabe sobre gerenciamento de projetos, as certificações PMP/CAPM também fazem você, de fato, obter o conhecimento sobre o assunto. Isso porque durante o período de preparo da prova você vai estudar – e muito.

Além disso, as duas certificações exigem horas de experiência ou de estudo na área – ou, no caso do PMP, ambas. Quer dizer que só para tentar a certificação você já deve ter conhecimentos e, para conseguir, ainda mais.

As provas são conhecidas por serem de nível avançado. O profissional que consegue obter a certificação terá o reconhecimento no mercado justamente porque é um nível difícil de alcançar. Durante o período de preparação, o gerente de projetos acaba aprimorando os conhecimentos que já tem.

Aquele “up” no salário

Para quem se viu dentro do setor de gerenciamento de projetos, a certificação PMP ou CAPM pode significar um aumento no salário. É claro que você não deve buscar uma formação ou certificação apenas pelo retorno financeiro que ela poderá dar. Isso, no entanto, ainda é uma das motivações.

Quem decide contratar um gerente de projetos, ou uma equipe inteira, vai atrás de profissionais qualificados, com experiência e certificados. O PMI faz pesquisas periódicas da média salarial por região, que provam que quem é certificado ganha mais do que quem não é – além de ter vantagem na contratação. A tendência é que o empregador siga essa média.

Você pretende obter a certificação PMP ou CAPM? Conheça o curso preparatório da Plataforma Solution!

  • certificado PMP ou CAPM
  • gerenciamento de projetos
  • gestor de projetos