A importância de um RH digital na cultura organizacional das empresas

As evoluções tecnológicas mudaram as relações entre as pessoas, tanto pessoais quanto profissionais. A cultura organizacional das empresas também sofreu alterações com tanta tecnologia, mas é preciso saber por onde começar antes de se adequar à contemporaneidade.

Ter um RH (recursos humanos) digital, que utiliza ferramentas do mundo virtual para os processos antigamente baseados em pastas e papéis, é importante nesse processo. A relação entre essa equipe e o restante dos colaboradores é um espelho para a cultura organizacional da empresa, então começar a mudança nesse ponto é uma boa estratégia.

Se a equipe de RH aderir a ferramentas que facilitam processos complicados ou que melhoram a comunicação interna, outros times terão abertura para fazer o mesmo. Diante desse cenário, a tendência é que a empresa fique cada vez mais digital, aberta para conversa e com uma cultura organizacional inovadora.

Como começar

Para automatizar e trazer elementos digitais que facilitem a rotina do RH, é preciso começar revendo os processos e mudando a forma de pensar, o mindset. A maneira de trabalhar atual agrega algo para a empresa? Ou são somente várias etapas para concluir ações meramente operacionais?

É importante refletir sobre isso para entender em quais momentos as ferramentas digitais entrarão. Quando você perceber isso, vai notar a diferença que o RH digital faz para a cultura organizacional da empresa inteira – funcionando como um exemplo de inovação a ser seguido.

Os processos mais simples, como registro de ponto dos funcionários, cálculos de verbas, férias e benefícios podem ser os primeiros a migrar para uma plataforma digital. Imagine só se cada funcionário tiver autonomia para consultar seu banco de horas sem precisar ir até o departamento de RH e falar com alguém. É uma facilidade que o digital traz, mas essa mudança vai acontecer com o tempo, um passo de cada vez.

Recrutamento e seleção

A geração de profissionais que estão entrando agora no mercado de trabalho tende a priorizar empresas que possuem abertura para conversa e estrutura organizacional flexível, permitindo inovação. Não apenas o RH digital, mas começando por ele, possibilita a comunicação entre todas as equipes e a parceria entre as áreas.

Implementar o uso de ferramentas digitais de comunicação interna pode ser um fator chave para criar uma cultura organizacional inovadora. Além disso, o uso de tecnologia para facilitar a gestão de pessoas também é um ponto positivo no mercado de trabalho e incentiva todas as equipes a aderirem também.

A época em que o ambiente dentro de uma empresa era quase automático, sem muita interação, acabou. Se antes um escritório era silencioso e cada um somente fazia seu trabalho, sem sugerir melhoras ou interagir, hoje isso é até evitado pela nova geração de talentos.

Tanto no quesito de encontrar e manter os colaboradores, quanto a parceria entre todas as áreas pela capacitação e interação, ferramentas digitais podem ser essenciais no processo de solidificar uma cultura organizacional. Isso é um diferencial para reter um talento no mercado de trabalho.

Se interessou? Leia também “O que é comportamento organizacional