A técnica de cenários para projeção futura em momentos de incerteza

Vivemos em um mundo cada vez mais VUCA e os períodos de incertezas e grande volatilidade criam nas empresas a necessidade de utilizar a técnica de cenários para projeção futura.

Nos últimos meses, acompanhamos a instauração de uma crise econômica decorrente de uma pandemia que impactou diretamente a criação de momentos imprevisíveis nos cenários próximos das organizações, como o social e o tecnológico.

Edson Barbero, professor da Plataforma Solution, explica que o desenvolvimento de estratégias robustas e em consonância com as diferentes conjunturas existentes nesse contexto de incerteza é a premissa da técnica de cenários para projeção futura.

Não tem fórmula

Quem está procurando respostas absolutas para organizar o planejamento estratégico empresarial deve levar em consideração que o período que enfrentamos é ainda mais instável do que o cenário que estávamos acostumados. E há uma forte impossibilidade de efetivamente antever eventos, que são bastante inesperados.

Mas, então, o que pode ser feito? Barbero pontua que os equívocos das empresas estão em adotar apenas uma perspectiva de futuro e alicerçar nesse único conjunto de premissas grande parte de suas estratégias e outras tomadas de decisões.

“Assim, por exemplo, é frequente que muitas organizações partam da premissa de certa cotação de dólar ou contexto econômico ou político”, comenta. Mas o que se percebe no mundo atual é um futuro de características múltiplas, com possibilidades de várias circunstâncias a partir do dia de hoje.

E nesse contexto entra a técnica de cenários para projeção futura.

Os cenários

O termo “cenários” é bastante utilizado no mundo empresarial atualmente, mas não com a perspectiva da técnica de cenários para projeção futura. “Essa prática consiste no desenvolvimento de um planejamento estratégico que incorpore a multiplicidade de futuros. Portanto, propõe estratégias para mais do que um futuro, comumente variando de três a cinco deles”, pontua o professor. 

Ele ainda destaca que isso não se refere, simplesmente, aos chamados futuro pessimista, otimista ou realista, que, por vezes, encontramos nos planejamentos estratégicos corporativos.

“A técnica de cenários para projeção futura parte de premissa de identificarmos variáveis incertas e impactantes para os negócios. E, então, antever e combinar possíveis situações que levam à configuração dos cenários.”

Contexto

Curiosamente, a utilização da técnica de cenários para projeção futura começou nos anos 1970, com empresas de petróleo. Na época, choques disruptivos também ocorreram.

“Podemos citar a crise petrolífera que ocorreu naquela década, em que a Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) transformou a precificação do petróleo em uma realidade baseada em cartéis de ofertas”, exemplifica Barbero.

Naquele momento, também foi possível identificar uma grande modificação do cenário econômico e uma crise social se alastrou. E, como hoje, foi possível reconhecer a presença de diferentes circunstâncias futuras.

Investimentos

A técnica de cenários para projeção futura é particularmente utilizada quando há a possibilidade de grandes investimentos e uma estrutura econômica de setor com decisões que demoram bastante tempo para serem implementadas.

Então, setores infra estruturais, como construção civil, commodities, mineração entre outros, requerem a utilização da técnica para que os investimentos não sejam feitos baseados exclusivamente em uma perspectiva de conjuntura futura.

“A própria Petrobrás desenvolveu o uso de técnicas de cenários para projeção futura, antevendo a possibilidade de prospecção de petróleo em águas profundas, o que transformou a empresa em uma das grandes líderes da extração da commodity em plataformas offshore (no mar)”, ilustra.

Estratégia

Os setores mais turbulentos, como os de alta tecnologia e comércio virtual, requerem o desenvolvimento de técnicas de gestão mais ágeis, com os gestores observando sinais do ambiente externo e adaptando as estratégias de maneira cotidiana o tempo todo.

Assim, é comum que as técnicas de cenários para projeção futura sejam mais associadas às empresas de setores de investimentos com retornos mais lentos.

Contudo, é fundamental que as empresas, mesmo que baseadas em grande flexibilidade estratégica e mobilização rápida, procurem antever grandes futuros e fazer questionamentos importantes sobre eles.

Estudar a técnica de cenários para projeção futura tem a ver com desenvolvimento tecnológico e de estratégias robustas e flexíveis a futuros incertos. Porque não é viável basear toda sua estratégia em apenas um conjunto de premissas, sejam elas tecnológicas, de fonte de receitas entre outras.

“O futuro é incerto e a dica é procurar compreendê-lo e nos adaptar às mudanças quando elas ocorrerem”, conclui Barbero.

Quer saber mais sobre a técnica de cenários para projeção futura? Conheça o curso Inteligência de Mercado