Blog

Como o elevator pitch melhora sua comunicação

Categorias: CarreiraDicas

Com o mundo cada vez mais rápido e objetivo, as demandas por apresentações mais sucintas e que entregam mais conteúdo aumentaram. É aí que a técnica do elevator pitch entra para diferenciar uma simples conversa de uma comunicação realmente eficaz.

Já pensou em como você impressionaria alguém durante uma conversa de elevador? Quais técnicas você utilizaria para encantar sua audiência? Parece difícil, né? O elevator pitch, que em tradução livre se aproxima do termo “discurso de elevador”, surge para te ajudar a causar uma boa primeira impressão, em um papo direto e instigante.

Para ajudar a entender melhor essa técnica, você pode comparar o elevator pitch com um cartão de visitas, que informa rapidamente quem você é e quais suas intenções.

E isso é extremamente importante não só para suprir as demandas de um mundo cada vez mais rápido e tecnológico, mas também para conseguir atenção de pessoas que não conseguem se concentrar por muito tempo.

Quer saber como colocar essa técnica em prática? Separamos algumas informações importantes para você!

O começo de tudo

O primeiro passo antes do elevator pitch é entender como a comunicação é construída. Um bom discurso, no geral, tem alguns elementos fundamentais e pessoais embutidos.

  • Autoconhecimento: essa habilidade é essencial para quem deseja se comunicar com mais eficácia. Definir nossas qualidades e nossos pontos fracos nos ajuda a listar outras informações importantes que podem ser utilizadas em discursos, como principais projetos, experiências e competências.
  • Hobbies e vivências: esses elementos ajudam a mostrar mais sobre quem você é. As experiências, tanto da vida pessoal quanto profissional, explicam um pouco sobre a personalidade do emissor da mensagem.

Esses dois pontos devem ser levados em consideração em qualquer possibilidade de primeiro contato, seja em uma conversa informal ou até em uma entrevista de emprego.

Tipos de discurso

Não existe fórmula para garantir que sua comunicação seja boa ou não. Contudo, você pode estudar alguns tipos de discurso para enquadrar o seu elevator pitch conforme o seu objetivo e estratégia.

Confira seis variações sugeridas por Daniel Pink, autor do livro To sell is human.

  • Uma palavra: Quando você pensa na palavra “busca”, automaticamente já vem à cabeça “Google”, não é mesmo? O termo representa exatamente a essência da empresa, de forma simples e completamente explicativa, resumindo bem a mensagem. Tente associar palavras a você, sua empresa ou objetivos.
  • Em perguntas: As perguntas são convites à reflexão. Por isso podem causar mais impacto no começo do seu elevator pitch do que as afirmações. Claro que tudo depende de como o resto da sua apresentação é conduzida para garantir o engajamento. Não vale deixar a pergunta sem resposta ou finalizar com um discurso inconclusivo.
  • Rimado: As rimas funcionam muito bem em músicas e jingles porque são boas formas de fixar a mensagem na mente dos receptores. Assim, esse efeito hipnótico é sucesso também nos discursos.
  • No Twitter: A rede social que já foi chamada de microblog permite posts de até 280 caracteres. Por isso, pode ser uma boa inspiração para apresentações curtas e impactantes. Um bom exercício é montar seu discurso dentro dos limites do Twitter.
  • Na Pixar: A técnica do storytelling é uma velha conhecida dos profissionais de marketing, mas também pode ser utilizada para montar um discurso com elementos narrativos para conectar a audiência, como personagens, ambiente, conflito e mensagem.

Agora mão na massa para construir um elevator pitch eficiente! Não esqueça de deixar sua experiência nos comentários!