Blog

Dificuldades em se adaptar a mudanças? Siga estas 3 dicas

Categorias: DicasCarreiraAtualidades

A capacidade de se adaptar a mudanças – também conhecida como flexibilidade cognitiva – tem se mostrado uma competência essencial não apenas no mercado de trabalho do século 21, mas também na vida como um todo.

Observamos nos últimos 18 meses grandes reviravoltas na forma como trabalhamos e convivemos. Para alguns, a transição da vida comum para a vida em quarentena não trouxe grandes desafios – mas sabemos que para outros não foi bem assim.

O home office se tornou a principal maneira de garantir a segurança dos colaboradores, mas trouxe desafios, como a falta de horários fixos, ter de lidar com os filhos ou problemas domésticos enquanto trabalha e não poder interagir diretamente com os colegas.

Mas, para além do contexto pandêmico, o fato é que a vida na Terra está em constante mudança. Ter flexibilidade cognitiva auxilia nesse processo. Mas se você percebe que tem dificuldades em se adaptar a mudanças, este texto pode te ajudar.

 

O cérebro

Você com certeza sabe a importância do aprendizado para o cérebro, que se torna mais eficiente conforme executamos novas atividades e até mesmo quando fazemos aquilo que já era rotina, mas de uma forma um pouco diferente.

Um exemplo é abrir a garrafa de água com a mão esquerda ao invés da direita, caso você seja destro. Isso irá criar circuitos neurais e, ao repetir esta ação, o caminho será reforçado e conexões serão desenvolvidas.

Agir dessa forma faz com que o cérebro se torne mais “rápido” e aumenta nossa capacidade de observação e raciocínio. Assim, passamos a lidar com problemas e tarefas complexas de forma mais eficaz.

A adaptação a mudanças também nos prepara emocionalmente para dificuldades e novidades estressantes, como demissões, mudanças de endereço e status de relacionamento, por exemplo. Ela, ainda, nos ajuda a enxergar oportunidades nas adversidades.

 

Dicas para se adaptar a mudanças

Confira abaixo 3 dicas de exercícios que vão te auxiliar a desenvolver a flexibilidade cognitiva necessária para lidar melhor com as mudanças que poderão ocorrer na sua vida daqui para a frente:

Mude o caminho

A tecnologia trouxe muitas facilidades para o nosso dia a dia, e com os smartphones temos diversas ferramentas na palma da mão – como é o caso da calculadora. Então, que tal utilizar lápis e papel da próxima vez que precisar fazer uma conta básica? Assim, você desafia a sua mente e cria conexões por não seguir o caminho mais fácil para chegar ao resultado.

Inicie novas atividades

Se nosso cérebro é como um computador, aprender algo novo é como instalar um programa que irá deixá-lo mais potente. Portanto, não tenha medo de começar um curso diferente da sua área de formação, ou praticar aquela atividade física que sempre teve vontade. Assim seu cérebro pode liberar dopamina, responsável pelo “bem-estar” e por outros benefícios.

Conheça pessoas

Interaja com pessoas que olham o mundo de uma forma diferente da sua. Debater ideias e pontos de vista traz várias vantagens, que vão além do aumento da capacidade de se adaptar a mudanças. Descobrir novas culturas e personalidades agrega ao ser humano, pois somos seres diversos, cada um com sua história e perspectivas.

 

Adaptabilidade e o mercado de trabalho

Com a era digital, muitos trabalhadores viram suas vidas profissionais virando de cabeça para baixo. Para alguns, isso representou o desemprego. Já para aqueles que souberam se adaptar à mudança, esse foi um momento de oportunidades.

Saiba como a antifragilidade contribui para o desenvolvimento profissional.

Isso porque esses profissionais foram flexíveis (aceitaram a mudança), curiosos (tiveram interesse pelas novidades), corajosos (não tiveram medo ao encarar o novo) e resilientes (mantiveram seus ideais enquanto superavam esse desafio).

Claro, esses funcionários também tiveram que se reinventar para manterem suas posições na empresa. O que os destaca é que buscaram conhecimento e investiram em adaptabilidade, não ficando para trás no mercado de trabalho.

Confira também quais são as cinco mudanças na carreira trazidas pela nova educação.

 

Adaptar para sobreviver

Já deu para perceber que a chave para saber se adaptar a mudanças é o aprendizado, né? Com ele, além de expandirmos nossos horizontes, mudamos a nós mesmos, pois nos tornamos pessoas melhores, mais capazes e compassivas.

Em um mundo que está em constante mudança é preciso saber enxergar oportunidades nas adversidades, em situações que à primeira vista podem parecer ruins, mas que serão exatamente aquilo que você precisava para revolucionar a sua vida.

Afinal, somos seres mutáveis, mas adaptáveis. Basta analisarmos nossa própria história para percebermos o quão diferentes somos agora em comparação ao que éramos há um ano. Muitas coisas mudaram, mas nós continuamos aqui.

 

Se você gostou deste conteúdo, não deixe de compartilhá-lo com seus familiares e amigos que estão tendo dificuldade em passar por um processo de transição, seja na vida pessoal ou profissional.

Conheça nosso curso de criatividade e aprenda a ter ideias originais para responder a fatos e lidar com problemas.