Lei da tripla convergência: o segredo do sucesso?

Qual é o segredo do sucesso? O que fazer para ser feliz e bem-sucedido financeiramente? Essas são perguntas comuns a muitas pessoas, mas que seguem sem resposta. Não há uma fórmula mágica, que fique claro, mas a Lei da Tripla Convergência pode ser um “empurrãozinho”.

Para entender, esse conceito vem do livro “O óbvio que ignoramos”, de Jacob Petry. O autor diz que, para chegar ao sucesso, o ideal é procurar algo que se encaixe no tripé “paixão – talento – renda”. Não adianta investir tempo em atividades que são pontos fracos.

Petry diz que o ideal é se dedicar àquilo que já é um talento natural – e não tentar focar somente naquilo que traz dificuldades. Por isso, juntar o talento à paixão trará resultados financeiros no final das contas.

Um exemplo: imagine que na escola um aluno é muito bom em biologia, se sente estimulado, desafiado e gosta de estudar essa disciplina. Português, contudo, é exatamente o contrário. Não há muito estímulo e nem interesse para se aprimorar, por isso as notas são baixas.

Esse aluno será incentivado a estudar mais português para conseguir atingir a média. Isso, porém, fará com que ele se dedique menos à biologia, matéria em que já tem um talento natural. Esse tipo de estímulo fará com que, ao fim do ciclo escolar, ele fique na média e não se sobressaia no que poderia.

Paixão

Pense em algo que te traz felicidade. Uma atividade ou algo com o qual você já trabalhou ou estudou. Ou, ainda, pode ser algo que imagina que te trará satisfação em executar todos os dias, repetidamente.

Esse é o item da Lei da Tripla Convergência que diz que você deve ter paixão para ter sucesso na carreira, portanto, se você trabalhar com algo que traz renda e que você é bom, mas que não te traz felicidade, não necessariamente será uma pessoa bem-sucedida.

Talento

Continuando o exercício do tópico anterior, selecione uma das coisas que te faz feliz e se pergunte, de maneira sincera, se você é realmente bom naquilo. Bom o suficiente para levar como carreira. Aquilo que é talento nato, que você aprende com facilidade desde a infância.

A Lei da Tripla Convergência diz que não basta fazer o que você gosta se você não é bom naquilo. Também é preciso procurar sempre o aprimoramento e atualização naquela atividade. O talento não é algo que você sabe e acabou. É possível, e necessário, estudar o assunto para ficar cada dia melhor e se destacar da média.

Renda

A famosa frase “faça o que você gosta e nunca mais precisará trabalhar” cai por terra quando as contas chegam. Gostar de fazer algo não sustenta uma pessoa. A Lei da Tripla Convergência vai além do ditado e diz que, além de gostar, você deve considerar se aquela atividade também tem potencial rentável.

É claro, o foco não deve ser esse, mas é preciso pensar em algo que tenha alguma demanda e possibilidade de trazer renda. A ideia aqui é fazer um trabalho que traga felicidade e no qual você seja muito bom, se destacando nele. Assim, a renda será consequência.

Tá, e agora?

Mudar repentinamente da profissão que você já trabalha para algo que se encaixe na Lei da Tripla Convergência, contudo, não é a melhor saída. Mesmo que tenha encontrado a carreira dos sonhos, em que é bom de verdade, ama e pode trazer renda, a transição deve ser feita de maneira cautelosa, aos poucos.

Você começa fazendo aquilo nas horas vagas, como um segundo trabalho ou freelancer. Depois vai preenchendo seu tempo até chegar o momento de conseguir manter seu estilo de vida somente com essa renda. A partir daí, chega o momento de largar o emprego que não te fazia bem e seguir seu sonho.

Nem tudo são flores

Muita gente pensa que sucesso profissional é sinônimo de felicidade constante, sem nenhuma frustração ao longo da carreira. No entanto, isso não é uma realidade. Gostar de uma área significa ter de executar até mesmo as tarefas mais chatas.

Ser feliz em uma profissão diz sobre conseguir passar pelos momentos desagradáveis e continuar gostando daquilo. O processo até chegar ao final tem que valer a pena. Não quer dizer amar tudo o que faz, mas sim entender que aquilo é parte do cotidiano, assim como passar pelos desafios e erros que virão.

Você já conhecia a Lei da Tripla Convergência? Comente!

Conheça os cursos da Plataforma Solution e se aprimore no que você já é bom!