comportamento organizacional

O campo do comportamento organizacional, como estudo acadêmico, envolve temas como motivação, adaptação a mudanças que ocorrem no ambiente interno e externo de uma empresa, cultura e clima organizacional, estilos de liderança, desempenho dos funcionários e assim por diante.

Compreender esse comportamento humano na organização é fundamental para a gestão de processos e pessoas, elaboração de estratégias que atinjam resultados sustentáveis e fortalecimento da cultura organizacional.

“Quando bem trabalhada, a cultura organizacional diminui o turnover e os custos com contratação, melhora a satisfação e engajamento das pessoas, assim como atrai e retém profissionais que de fato acreditam nos valores da empresa”, afirma Denise de Moura, especialista em Gestão de Pessoas e professora do curso Liderança e Líder coach da Plataforma Solution.

Por que estudar?

Atualmente, tudo é rápido e está conectado o tempo todo. “Se em uma linha de produção do início do século 20 as pessoas não podiam conversar umas com as outras durante o trabalho. Hoje a comunicação é um dos principais fatores de sucesso ou fracasso de uma organização”, explica a professora.

Não somente a comunicação, todos os processos sofreram transformações ao longo do tempo. A estrutura rígida e vertical não é mais realidade em todas as empresas como era antigamente. Organização horizontal, times de trabalho, liderança situacional e trabalho em equipe são termos disseminados no mundo corporativo.

“Com estas mudanças, as pessoas precisaram aprender a lidar umas com as outras, ter empatia, saber escutar, dar feedback – questões essas não tão simples”, declara. “Se para ser admitido o foco está nos conhecimentos técnicos e nas habilidades, para se manter na organização é preciso ficar atento aos comportamentos e às atitudes”, completa.

Diante desse cenário, a importância de compreender o ser humano foi ganhando espaço dentro do universo corporativo. Isso inclui aprender a lidar com os desafios e conviver de forma harmoniosa e respeitosa com os colegas de trabalho. “Entender como nos comportamos, sobretudo no momento de crise, nos ajuda a evoluir”, diz.

Comportamentos limitantes

Saber lidar com as adversidades do dia a dia do universo corporativo é essencial. É possível desenvolver habilidades que auxiliam nessa tarefa e é preciso identificar comportamentos que limitam o crescimento pessoal e profissional. A professora Denise listou três:

  • Síndrome da perfeição – cobrança excessiva sobre nós mesmos, o que gera ansiedade e erros. “Todos nós temos limitações e será importante compreender os nossos pontos fortes e os de aprimoramento. Erramos, acertamos e crescemos.”
  • Auto sabotagem – aquela voz interior que impede o seu avanço. As coisas boas são sempre para os outros. Você não se acha merecedor delas.
  • Necessidade de aprovação – as suas atitudes são direcionadas para o que o outro pensa ou deseja de você. Seus comportamentos estão voltados para satisfazer as necessidades dos outros e não as suas.

Se interessou pelo assunto? Comente!

  • cultura organizacional
  • gestão de empresas
  • organizações