Blog

Produtividade: do conceito a técnicas de aplicação

Categorias: DicasCarreira

Há quem diga que a produtividade é a chave para desempenhar um bom trabalho e alcançar o potencial máximo de suas habilidades. Afinal, ser produtivo é sinônimo de bons resultados e deve compor o mindset de quem busca sucesso pessoal e profissional, não é mesmo?

O que muitos não sabem é que a produtividade é algo mais profundo do que parece e, se explorada corretamente, pode ter outros benefícios além dos profissionais. A verdade é que o termo é comumente usado de maneira superficial, tendo seu significado deturpado e confundido.

Pensando nisso, preparamos um guia para explicar o real significado de produtividade, como alcançá-la e quais os seus benefícios. Vem aprender!

O que é produtividade?

Embora o termo possua diversas definições que se diferem em alguns detalhes, podemos definir a produtividade como a relação entre a capacidade de realizar o máximo de trabalho possível com o mínimo de recursos necessários. Para facilitar, separamos a produtividade em dois principais fatores. São eles:

  • Quantidade ou qualidade do trabalho realizado: definida com base no tipo de trabalho a ser feito. Se for um trabalho de cunho quantitativo, leve em consideração a quantidade do que foi produzido. No caso de um trabalho qualitativo, considere a qualidade e eficácia do produto final.
  • Recursos utilizados para realização do trabalho: além dos recursos físicos (materiais, insumos etc.) e do dinheiro investido, há um recurso que deve ser considerado como o mais valioso em qualquer circunstância: o tempo investido na tarefa.

Com base nesses dois fatores, podemos agora continuar para uma questão importante...

Afinal, o que é ser produtivo?

Você já viu aquela pessoa que corre para lá e para cá, e parece trabalhar “ligada no 220”? Ou mesmo aquela que se esforça para entregar algo o mais rápido possível, já pensando nas próximas tarefas? Talvez nenhuma delas esteja sendo produtiva.

Para ser produtivo, é preciso entender que há uma grande diferença entre eficiência e pressa.

Oposto da pressa, a eficiência é resultado de um trabalho otimizado, que possui tarefas estruturadas com base em princípios essenciais, como prioridade, disponibilidade e disposição, e organizadas de maneira hierárquica. Dessa forma, o profissional que trabalha com eficiência produz da melhor maneira possível, respeitando seus limites e atendendo toda a demanda.

Então, produtividade acaba tendo relação direta com planejamento, tendo a execução das atividades como um fator secundário.

Produtividade e qualidade de vida: como associar?

É comum que, no dia a dia, o trabalho acumule e seja necessário um pouco mais de esforço para cumpri-lo. O problema é quando esse trabalho começa a tomar conta da nossa vida, consumindo, aos poucos, todo nosso tempo.

Com as grandes demandas e a falta de planejamento para realizá-las, talvez você acabe negligenciando fatores pessoais como lazer e descanso, o que certamente levará ao esgotamento físico e/ou psicológico, afetando diretamente sua produtividade.

Por isso, produtividade e qualidade de vida são dois princípios relacionados, uma vez que um colabora com o outro, resultando em uma vida equilibrada, tanto no contexto profissional quanto no pessoal.

Um estudo da Fundação Estudar, em parceria com a companhia especializada em pesquisa de mercado MindMiners, apontou que as pessoas entendem que ser realmente produtivo é algo que só traz benefícios, por exemplo:

Emocionais:

  • Sentimento de “dever cumprido”
  • Sentimento de utilidade
  • Mais autoestima e motivação

Funcionais:

  • Mais desempenho para os estudos, trabalho etc.
  • Aptidão para realizar mais tarefas durante o dia
  • Maior aproveitamento do tempo

Peças-chave da produtividade

Alguns componentes são essenciais para a produtividade e, se geridos corretamente, garantem bons resultados para seu dia a dia.

  • Tempo: mais do que só ter pressa, entender o tempo necessário para cada tarefa do dia e programar suas obrigações causam um aumento significativo na produtividade.
  • Foco e atenção: de nada vale um bom planejamento e consciência do que deve ser feito se a cada notificação no celular ou computador o trabalho for interrompido. A melhor forma de exercitar o foco e atenção é desligar aparelhos (os que não são utilizados para trabalho, claro), se posicionar confortavelmente de maneira ergonômica e ter água disponível para consumo e hidratação do corpo.
  • Energia: um estudo de Stanford mostrou que pessoas que trabalham 70 horas por semana rendem o mesmo das que trabalham por 55 horas. Isso porque a produtividade exige uma quantidade de energia que precisa ser reposta de alguma forma, e, geralmente, é por meio do descanso.

Seja mais produtivo

Separamos duas dicas para aumentar sua produtividade de uma vez por todas. Confira abaixo:

  • Defina objetivos: tenha em mente aonde você quer chegar e quais resultados quer alcançar.
  • Estabeleça metas possíveis: não adianta sonhar com o impossível, lembre-se que o descanso é parte essencial de uma vida equilibrada e impacta diretamente na produtividade. Por isso, trace metas que você consiga cumprir para alcançar seus objetivos.

 

Bônus: a importância de ter uma rotina

Uma última dica, mas não menos valiosa, é adotar uma rotina de tarefas. Com ela, você organiza seu dia, priorizando obrigações com base no prazo e na importância de cada uma, além de poder separar um tempo para estudar algo específico ou para os momentos de lazer. Confira essa matéria sobre rotinas e a importância delas no dia a dia.

E aí? Gostou de aprender sobre produtividade e quais os efeitos dela na sua vida pessoal e profissional? Então compartilhe essa matéria com seus amigos!