7 dicas para intensificar a base de clientes

O faturamento de uma empresa está diretamente ligado à sua capacidade de intensificar a base de clientes. Isso significa fidelizar os consumidores já cadastrados no banco de dados da marca e aumentar o número de clientes em potencial.

Mas como fazer uma gestão efetiva da carteira de clientes? Conhecer o público-alvo é primordial e indispensável para um bom direcionamento de campanhas e estratégias que cativam a audiência. Porque mesmo com uma boa lista de contatos, é preciso despertar o interesse no seu produto ou serviço.

E o caminho para isso está relacionado a solucionar problemas do cotidiano das pessoas de forma cuidadosa e criteriosa para atingir o melhor resultado possível.

Afinal, você não quer dissociar quantidade e qualidade das vendas, já que muitos pedidos podem refletir baixo faturamento e até perda de oportunidades se não vinculados às principais técnicas para intensificar a base de clientes. Que tal conhecer algumas?

Avaliação do negócio

Como estão as operações da empresa? Será que as decisões estão afastando os clientes sutilmente? Uma boa maneira de intensificar a base de clientes é trabalhar com uma equipe diversificada, de diferentes idades, orientações sexuais, vivências e experiências de vida. Lembre-se que o mercado está bastante focado nas soft skills.

A ideia é garantir que a pluralidade presente na sociedade em si – e, consequentemente, nos consumidores – esteja refletida dentro da própria empresa, para que seja mais fácil entender as dores e angústias do seu público, a fim de resolver problemas de forma eficiente.

Vale também olhar para novas possibilidades de atuação. A tecnologia permitiu que algumas barreiras geográficas desaparecessem. Então, como você pode usar isso a favor do seu negócio?

Reorganização do catálogo

Oferecer novidades e aprimoramentos nos produtos e serviços já estabelecidos pela empresa também são uma maneira de intensificar a base de clientes.

A indicação de Up-Sell (versão mais atualizada) ou Cross-Sell (produtos ou serviços complementares), quando necessário, entram nas técnicas de Customer Success que sua empresa deve ficar de olho.

Pensando nisso, uma boa pesquisa de mercado pode ajudar na expansão do portfólio e as informações servem de base para estratégias e até para adquirir certa vantagem competitiva.

Administração de dados dos clientes

Com a administração eficaz das informações dos consumidores é possível identificar as dificuldades, melhorar estratégias (de produtos, divulgações e outros setores, como logística) e intensificar a base de clientes.

Por isso, comece organizando. Algumas ferramentas como o próprio Excel da Microsoft podem auxiliar nesse processo de monitoramento de preferências e necessidades. E, assim, você consegue maior precisão e confiança na hora de oferecer, por exemplo, atendimentos e propostas personalizados.

Visualização de casos

Com a base de clientes organizada e bem administrada, é possível se colocar no lugar do consumidor e entender o que é esperado. Como cada caso é diferente do outro, as estratégias podem ser direcionadas.

É importante compreender o universo dos consumidores para saber exatamente onde aplicar os esforços. As ofertas personalizadas estão cada vez mais em alta e são indispensáveis para intensificar a base de clientes.

Participação em eventos e co-marketing

Congressos, feiras e conferências são ótimas opções de networking, além de oportunidades para apresentação do produto ou serviço, claro, com discurso adaptado para o público-alvo.

As parcerias com outras empresas, mesmo que informalmente, também ajudam a intensificar a base de clientes. Sem esquecer que as duas empresas devem se beneficiar com essas parcerias.

Vale acordo de porcentagem de venda, anexar cupons e até oferecer descontos. Coloque a criatividade para jogo e desenvolva alternativas para esse processo.

Cuidado com clientes

Cuidar da carteira de clientes vai muito além de só atender bem os consumidores. Esse cuidado é o que diferencia sua marca no mercado, capta novas oportunidades e fideliza quem já comprou da sua empresa.

A equação é simples: cliente satisfeito vira cliente fiel. Este se torna divulgador da marca e atrai mais gente. Mas esse encantamento não ocorre da noite para o dia e exige acompanhamento permanente da marca para estabelecer vínculo afetivo.

E quando os clientes começam a ficar inativos? O cuidado com os clientes implica em saber que tipo de comunicação será feita e quando a abordagem ocorrerá. Tudo isso visando recuperar os consumidores que estão deixando de comprar na sua empresa.

Para acompanhar as atividades de compras dos clientes, a administração dos dados volta a ser protagonista. Só assim é possível identificar quem não está mais comprando.

Elaboração de estratégias de envolvimento

Não basta seguir as dicas sem promover atualização constante das estratégias. É importante fazer avaliações periódicas sobre o que tem funcionado e o que precisa ser reajustado.

Só assim sua empresa vai conseguir variar o alcance e apresentar o produto para quem ainda não o conhece. A principal dica é testar novos formatos e opções de investimentos em divulgação.

Que outras dicas você tem para ajudar quem quer intensificar a base de clientes? Comente!