Como evitar problemas ergonômicos por repetição no trabalho

Ficar o dia todo na mesma posição no trabalho, sentado em frente a um computador, pode trazer problemas ergonômicos por repetição. Não somente dores musculares, mas complicações de visão e postura, com consequências a longo prazo.

Por isso, é preciso pensar em soluções para tornar o dia de trabalho mais confortável e não trazer prejuízos ao corpo. Existem várias maneiras de manter o equilíbrio com pequenas ações a serem praticadas diariamente.

Confira cinco ações para evitar problemas ergonômicos por repetição no trabalho e aplique-as na sua equipe!

Ginástica laboral

A primeira desta lista é quase uma seita no universo corporativo. Alguns já imaginam alguém batendo à porta no meio da noite e dizendo “você já ouviu a palavra da ginástica laboral?”. Brincadeiras à parte, embora seja algo que muitos tentam fugir, é muito importante se exercitar.

Isso não quer dizer passar meia hora fazendo polichinelos ou abdominais. A ideia é trazer alongamentos e exercícios rápidos para fortalecer os músculos mais usados no trabalho, como punho, mãos e costas e, assim, evitar desgastes.

É importante lembrar que a maioria dos problemas ergonômicos por repetição estão relacionados a ficar o dia todo na mesma posição, executando os mesmos movimentos. Por isso, uma pausa de cinco minutos duas vezes por dia é bem-vinda.

Atenção à postura

Outro item importante para evitar problemas ergonômicos por repetição e desgastes é se atentar à postura. É normal relaxarmos durante o dia e, por isso, ficamos tortos na cadeira e com as pernas cruzadas. Mas o correto é estar com toda a extensão das costas apoiadas no encosto, os dois pés no chão, os braços apoiados na mesa e os ombros na mesma altura.

A coluna posicionada de maneira incorreta, os braços e ombros tortos e as pernas cruzadas podem ocasionar dores e problemas mais sérios no futuro. Quem já tem algum problema de postura deve procurar um ortopedista para indicar o melhor tratamento.

Mobiliário adequado

Bem se sabe que algumas vezes a postura incorreta vem de uma cadeira desconfortável, baixa ou alta demais, com encosto torto ou sem apoio de braço. O mesmo acontece com a mesa e a altura que o computador está posicionado.

É preciso que a empresa disponibilize a mobília adequada para que seus funcionários não sofram com problemas ergonômicos por repetição. Nenhuma ginástica laboral ou postura correta vai resolver o problema de um mobiliário inadequado.

Iluminação

O mesmo princípio vale para a iluminação dos aparelhos eletrônicos utilizados no dia a dia. É preciso ter uma regulagem de luz das telas. Mesmo que o mais claro signifique melhor visibilidade, balancear é a melhor opção para não ter problemas nos olhos no futuro.

Essa dica é mais importante ainda para quem já sofre da vista e utiliza óculos corretivos. O ideal é visitar sempre o oftalmologista para verificações. Além disso, investir em lentes de qualidade, com filtro de luz azul que vai dificultar a penetração das luzes digitais nos olhos. Várias marcas já fabricam esse tipo de produto.

Também é importante diminuir o tempo de uso das telas. Se não há como fazer isso no trabalho, faça em casa. Evite utilizar o celular na luminosidade máxima, especialmente no período noturno.

Descanso

Atualmente é bem comum funcionários que ficam até tarde na empresa, fazem horas extras e trabalham aos fins de semana em casa. Tudo isso para suprir a pressão dos gestores e atender toda a demanda que chega. Para alguns, isso pode parecer positivo, afinal é um funcionário dedicado, correto?

Errado. Trabalhar demais e não descansar o período necessário traz consequências para a produtividade – além de aumentar as chances de ter problemas ergonômicos por repetição e, ainda, doenças psiquiátricas.

O ideal é que o funcionário cumpra suas horas de trabalho e se dedique naquele período. As horas extras são somente em último caso, por uma demanda urgente. Se isso acontece todos os dias, não há um descanso adequado e, consequentemente, o colaborador não usa todo seu potencial.

Você já pratica alguma solução ergométrica? Comente!